MEMORIA DO FUTEBOL POTIGUAR

POTIBA: SELETIVA 1979

Em 1979, ano em que a farra no campeonato Nacional  foi geral, com 96 equipes,  onde o então presidente da CBD , Heleno Nunes(1975-1980) definia as vagas por situação política, tendo inclusive o bordão  na imprensa “onde a Arena vai mal, um time no nacional” todos os estados foram premiados com mais vagas. A Federação do RN seguindo o mesmo critério de não desagradar, não quis indicar o representante para ocupar a terceira vaga do Estado no Campeonato Nacional, quando o correto era indicar o Baraúnas que terminou o Campeonato Estadual na terceira colocação. Resolveu por uma seletiva entre Baraúnas e Potiguar de Mossoró numa disputa histórica entre os  dois ferrenhos rivais da cidade Mossoró, que levaria pela primeira vez uma vaga para um clube do interior do estado.

 

Potiguar 3×2 Baraúnas

 Jogo: Único

Data: 20 de junho de 1979

Local: Estádio Nogueirão

Cidade: Mossoró

Árbitro: Manuel Amaro de Lima (PE)

Auxiliares: Jader Correia (RN) e Afrânio Messias (RN)

Renda: Cr$ 252.740,00

Público: Não divulgado

Gols: Romildo (36-1º.) Chico Alves (16-2º.), Chico Alves (21-2º.); Ananias (26-2º.) e Anchieta (43-2º.)

 Potiguar: Índio; Edivaldo Morais, Jotabê, Nivaldo e Marinho; Ubirani, Odilom e Ananias; Chico Alves, Boaventura (Guilherme) e Sinomar. Técnico: Renê Dantas

 Baraúnas: Floriano; Vildomar, Tito, Anchieta e Assis (Dão); Magela, Neto e Binha; Zé Augusto (Ribeiro), Nêgo Chico e Romildo. Técnico: Erandir Montenegro